E assim se passou a noite no Carvalhal.

Na noite no carvalhal do passado dia 12 para dia 13, houve muito mais que a dormida e as estrelas.

O dia iniciou-se com a manhã a ser dedicada à intervenções no carvalhal. O grupo focou-se na limpeza dos rebentos ao longo do troncos dos carvalhos para continuarmos a promover o seu crescimento vertical o mais rápido possível. 

 

 Antes e depois.
Com as temperaturas altas, chegou a altura da merenda e do descanso à sombra do nosso carvalhal. Após o repouso, o grupo percorreu o trilho da Cabrieira, um trilho circular pelo interior da propriedade.
O grupo (com o Nuno Borges em falta).
Às 16h, iniciámos o percurso dos carvalhos, com uma duração de cerca de 3h a um ritmo calmo que permitiu irmos discutindo o que víamos. E sempre acompanhados pelas amoras que surgiam abundantemente nas bermas dos caminhos.

 O jantar foi no miradouro do carvalhal com o pôr-do-sol pintando o céu com as suas cores.

E no miradouro permanecemos, instalados nos sofás naturais que o miradouro nos disponibiliza, para observar as Perseidas, o ponto alto da chuva de meteoros. 
Do sofá para a cama, a caminhada nocturna fez-se desde o miradouro até ao lameiro rodeado de carvalhos que nos hospedou e proporcionou uma noite tranquila, com o sol a aparecer sorrateiramente já depois do grupo estar a pé, para o ver surgir.
Acampamento pela manhã, com o sol a surgir na copa dos carvalhos.
Antes da despedida, ainda fizemos mais umas paragens pelas redondezas do carvalhal de Vermilhas.
 . 
No próximo dia 10 de Setembro teremos o dia no Carvalhal para quem quiser conhecer o carvalhal de todos nós e as suas redondezas.