O campo de trabalho em vídeo / The workcamp in video

O I campo de trabalho da Montis decorreu nos dias 17 a 23 de Julho de 2017, no baldio de Carvalhais, São Pedro do Sul, com o objetivo de, gradualmente, melhorar as condições para a flora e fauna. 
E o vídeo do Rui Barreto em baixo demonstra o que foram estes 7 dias de trabalhos, mas também de convívio e várias atividades lúdicas e culturais. 
On the week from the 17th to the 23rd of July Montis hosted its first International Work Camp. It was been held in the Carvalhais common land, in São Pedro do Sul, Portugal. The interventions performed during this camp aim to gradually improve this land’s conditions for the local flora and fauna.

And the video from Rui Barreto shows what this 7 days has been, with time for interventions in the property but also with several recreational and cultural activities.

E Domingo, o campo de trabalho chegou ao fim.

O Campo de Trabalho chegou ao fim e nos últimos 3 dias do Campo de Trabalho, na senda dos anteriores, houve igualmente períodos de intervenção e de atividades lúdicas.

Abertura de acesso na faixa de contenção.

Na área do fogo controlado, terminámos a limpeza da faixa de contenção, mantendo-a funcional enquanto acesso a áreas relevantes para os objetivos de gestão da Montis para a propriedade e enquanto caminho para todos aqueles que caminhem pela área.
Antes e depois da seleção de varas.

E nesta mesma área, é já possível encontrar algumas árvores que atualmente apresentam já um crescimento considerável, desde carvalhos, vidoeiros e freixos, sobre os quais foi feita uma seleção de varas, promovendo um ritmo de crescimento vertical maior.

Após o trabalho, o descanso. A tarde foi passada no Poço Azul para recarregar baterias para a caminhada que se seguiria.
Poço azul.

O regresso do Poço Azul até ao acampamento foi feito a caminhar, passando por campos agrícolas e pelas cumeadas, permitindo uma nova perspetiva do Vale do Vouga, abordar as várias ocupações do solo e observar a Serra do Caramulo (e até a silhueta da Serra da Estrela).

Passeio de regresso ao acampamento.
Sábado, propusemos-nos a avançar o máximo possível no caminho que já tínhamos começado dias antes e mesmo através de giestas altas, os participantes não desistiram e os resultados estão à vista.
Imagens de troços do caminho aberto.

Por fim, procedemos ao descasque de um núcleo de Acácias, numa lógica de limitar a sua proliferação. 
Descasque de Acácias.

A tarde passada no Tradidanças permitiu várias novas experiências, desde danças, ritmos e muitas outras.

Oficina de Capoeira.
Grupo de Cantares de Carvalhal de Vermilhas.
No último dia, a viagem de tradições do Tradidanças teve passagem pelo terreno da Montis. Um passeio acompanhado com música, e onde os participantes do Campo de Trabalho foram os guias deste passeio, partilhando as suas experiências ao longo da semana que findava.
O Gustavo a explicar as intervenções feitas ao longo da semana.
Muito obrigado a todos por esta semana preenchida, mas recompensadora.

Campo de Trabalho, Seminário e Plantas Comestíveis

O quarto dia do Campo de Trabalho foi bem preenchido.

De manhã, o grupo esteve junto a um núcleo de pinheiros a fazer corte dos matos envolventes e a podar alguns dos pinheiros.
De seguida avançaram para o extremo superior da propriedade para continuar a manutenção do caminho iniciada no voluntariado de Maio.
À tarde foi tempo de assistir ao Seminário FLORESTA que teve a participação da Montis, Verde Lafões, Parque Natural Local do Vouga-Caramulo e do Baldio da Alvadia. Os oradores falaram sobre os projectos que representam, e no fim houve tempo para se colocarem questões e debater ideias.

De regresso ao Bioparque do Pisão, os participantes do Campo de Trabalho participaram numa caminhada onde puderam apanhar algumas plantas comestíveis e no fim prová-las, preparadas pelo Jorge Abílio (Bilinho).

Campo de Trabalho – Parte 3

O terceiro dia do Campo de Trabalho amanheceu nublado.

Acampamento do Campo de Trabalho Montis, no Bioparque do Pisão

O grupo continuou os trabalhos iniciados no primeiro dia: manutenção de caminhos ao mesmo tempo que se promovia a limpeza da linha de água.

Entre uma e outra intervenção, houve tempo para conviver e repôr energias.

Depois de algumas horas de trabalho na linha de água, foi possível descobrir uma pequena cascata.

Relembramos que hoje, às 15:00, temos o Seminário FLORESTA, no auditório da União de Freguesias de Carvalhais e Candal, no âmbito do Tradidanças.

Esperamos por vocês.

Oficina no Campo de Trabalho

O Campo de Trabalho da Montis decorre a pleno vapor.

Ontem foi tempo de formar os participantes com mais um oficina de Engenharia Natural, dada pela Ecosalix.
Depois de uma manhã em sala, com a formação teórica, foi tempo de aplicar as técnicas aprendidas no campo.
Os formandos fizeram gabiões de pedra e paliçadas numa linha de drenagem na área em que se fez o fogo controlado em Fevereiro.

Ao fim da tarde, tiveram ainda oportunidade de colocar uma manta orgânica no solo, de forma a promover a retenção de solo e humidade.
Hoje, continuaremos a trabalhar no campo e amanhã à tarde teremos mais um seminário da Montis, desta vez em Carvalhais, São Pedro do Sul.

Campo de Trabalho

Ontem começou o primeiro Campo de Trabalho Internacional da Montis, que terminará no Domingo, 23 de Julho.

O dia começou com um passeio pelos Moinhos do Pisão e pelo Castro da Cárcoda.

Depois de uma pausa para almoçar e evitar as horas de maior calor, foi tempo de pôr mãos à obra.

 O segundo dia já decorre, com mais uma oficina de Engenharia Natural.

Teremos várias actividades durante esta semana de trabalho, mas também de convívio e lazer.

Juntem-se a nós no baldio de Carvalhais, em São Pedro do Sul.

Seminário FLORESTA

Na próxima 5ª-feira, dia 20 de Julho, realizar-se-á o Seminário FLORESTA: Sustentabilidade e Rentabilidade na Biodiversidade. Este está integrado no Festival Tradidanças, a realizar-se em Carvalhais, em São Pedro do Sul, e começará às 15:00.

Aproveitando o Campo de Trabalho Internacional da Montis, a decorrer da próxima 2ª-feira até Domingo, dia 23 de Julho, este seminário também faz parte do programa do Campo de Trabalho.

Contamos convosco num seminário que contará com apresentações da Montis, da Verde Lafões, da Associação Transumância e Natureza (ATN) e do Baldio de Alvadia.

A entrada é livre, pelo que esperamos por vocês.

Um Julho especial / A special July

Entre os dias de 17 e 23 de Julho será o Campo de Trabalho Internacional da Montis, com sete dias dedicados a melhorar as condições dos ecossistemas no Baldio de Carvalhais, criando comunidades resilientes ao fogo e gradualmente aumentar a biodiversidade através de intervenções estratégicas.

Integrada no Campo de Trabalho será ministrada uma formação em Engenharia Natural pela Ecosalix, com componente teórica (3 horas) e prática (5 horas).

 

A inscrição é 50€ para sócios e 75€ para não-sócios (com possibilidade de os não-sócios se tornarem sócios).

A inscrição inclui a alimentação durante os sete dias, alojamento em tendas individuais (alternativas de alojamento disponíveis, sobre as quais daremos informação se quiser mandar um email, porém não assegurado pela Montis), seguro de acidentes pessoais e material de proteção.

Os participantes poderão ainda aproveitar as várias atividades do Tradidanças – Festival de Tradições , Música e Dança (+ info) e outras atividades lúdicas integradas no Campo de Trabalho.

Inscrições aqui ou através de montisacn@gmail.com ou +351 926 277 545

—-ENGLISH—-

Montis first International Work Camp will take place between the 17th and the 23th of July 2017, in Carvalhais, São Pedro do Sul, with seven days dedicated to improve the ecosystem conditions in an area of 100 ha under Montis management, creating fire resilient communities and gradually increasing in-site biodiversity, through strategic interventions.

Integrated in the camp, there will be a Natural Bioengineering workshop, given by Ecosalix, with theoretical (3 hours) and practical (5 hours) component.

The registration fee is 50€ for Montis’ associates and 75€ for non-associates (non-associates can become associates for 20€ and benefit from the discount).

The registration fee includes food, accommodation in tents (Available alternatives, on which we will give information if you want to send an email but not assured by Montis), personal injuries insurance and working gear.

The participants would be able to enjoy the Tradidanças – Festival of Traditions, Music and Dance (+ info)

Registration available through an online form or directly through montisacn@gmail.com / +351 926 277 545.

Monitor para Campo de Trabalho Internacional

No âmbito do Campo de Trabalho Internacional, que decorrerá entre os dias 17 e 23 de Julho, a Montis pretende recrutar monitores para acompanhamento dos participantes durante a duração da atividade.
Objetivo de atividade:
O campo de trabalho tem como objectivo recuperar sistemas naturais através de melhoria das condições presentes e futuras.
Regime de contratação: Prestação de serviços

Requisitos preferenciais:
– Experiência como monitor;
– Experiência e gosto pelo trabalho de campo;
– Fluência em Inglês;
– Responsabilidade e boa capacidade de comunicação;
– Motivação, dinamismo e espírito de iniciativa;
– Autonomia;
Local de trabalho: Carvalhais, São Pedro do Sul Duração: 9 dias
Condições:
Inclui alojamento (em campismo), alimentação e seguro de acidentes pessoais;
Funções: 
Responsável operacional das atividades;
Realização e dinamização de atividades com os participantes; 
Acompanhamento e vigilância durante as atividades; 
Acompanhamento diário dos participantes, que incluí:
Alimentação:
  • Preparação de pequeno-almoços,
  • Preparação de almoços (piquenique),
  • Reforços alimentares ao longo das intervenções,
Trabalhos técnicos:
  • Acompanhamento técnico dos participantes na sequência dos trabalhos pré-definidos no plano de gestão da propriedade,
Logística:
  • Responsável por equipamento de trabalho e proteção,
  • Preparação e arrumação do acampamento (início e fim da atividade)
Outras:
  • Apoio geral aos participantes no parque de campismo.
Processo de candidatura:
Os interessados devem apresentar uma proposta que contenha as condições pretendidas (incluindo remuneração), e enviar um CV actualizado para montisacn@gmail.com até ao dia 20/06/2017.     

Uma semana dedicada a Carvalhais – A week dedicated to Carvalhais

Nos dias 17 a 23 de Julho de 2017, a Montis estará no baldio de Carvalhais, São Pedro do Sul, com o objetivo de, gradualmente, melhorar as condições para a flora e fauna.

Através de intervenções estratégicas, procura-se aumentar a velocidade de recuperação da vegetação para que, o mais rapidamente possível, existam manchas contínuas de arvoredo e matos, propiciando refúgios e alimentos, consequência do favorecimento de espécies que garantam mais alimento.

Um dia será dedicado a formação em engenharia natural, ministrada pela EcoSalix, capacitando os participantes em técnicas que iremos utilizar ao longo destes dias.

A inscrição é 50€ para sócios e 75€ para não-sócios (com possibilidade dos não-sócios se tornarem sócios).

A inscrição inclui a alimentação durante os sete dias, alojamento em tendas individuais (alternativas de alojamento disponíveis, sobre as quais daremos informação se quiser mandar um email, porém não assegurado pela Montis), seguro de acidentes pessoal e material de proteção.

Inscrições ou mais informações através de montisacn@gmail.com ou +351 926 277 545

Contamos convosco!

— English version —


On the week from the 17th to the 23rd of July Montis will host its first International Work Camp. It will be held in the Carvalhais common land, in São Pedro do Sul, Portugal. The interventions performed during this camp aim to gradually improve this land’s conditions for the local flora and fauna. 



Through strategic interventions, we seek to speed up the regeneration of native vegetation so that, as quickly as possible, there are continuous areas of trees and bushes that provide shelter and sustenance for fauna.
One of the first days of this Work Camp will be dedicated to a Soil Bioengineering workshop, given by Ecosalix. This will allow participants to get the appropriate training on the techniques that will be applied throughout the rest of the week. 

The registration fee is 50€ for Montis’ associates and 75€ for non-associates (non-associates can become associates for 20€ and benefit from the discount).

The registration fee includes food, accommodation (in tents), personal injuries insurance and working gear.

For registration or further details contact montisacn@gmail.com or +351 926 277 545.

Looking forward to see you there!