Caminhada noturna na Serra da Arada

Antes do fim de semana preenchido de 9 e 10 de Setembro (+ info), este Sábado, dia 2 de Setembro há a caminhada nocturna da Montis.

 

A caminhada terá 3 km na serra da Arada, sob o luar.

O início será às 20h00 (ainda com alguma luz do dia), e vamos trocando a luz do sol por lua. Terminará no Portal do Inferno com uma merenda oferecida pela Montis e com tempo para conversar.

Como chegar:

Vindo de S. Pedro do Sul – Seguir as indicações para a Serra da Arada e S. Macário (igreja e miradouro do topo da Serra da Arada), atravessando as aldeias de Ponte (Junto a S. Pedro do Sul), Alvarinho, Oliveira, Sul e Aldeia. Uma vez no cruzamento para o S. Macário, seguir à esquerda para Covas do Monte/Portal do Inferno.Seguir sempre essa estrada até ao cruzamento de Covas do Monte, aí é o ponto de encontro (Nesse cruzamento à direita é Covas do Monte à esquerda é Arouca).

Vindo de Arouca – Seguir a estrada M510 em direção a Janarde e Regoufe. Depois da aldeia de Ponte de Telhe, seguir à direita para a estrada M567 em direção ao Geopark de Arouca e aldeia de Drave. Uma vez no topo da serra, seguir a mesma estrada até ao cruzamento de Covas do Monte.

Coordenadas GPS do ponto de encontro: 40º52’24.0”N, 8º05’12.5”W

O que trazer:

O Portal do Inferno, como o próprio nome indica, costuma ser muito ventoso. Mesmo numa noite de verão convém trazer um corta-vento para o caso de ficar frio.

Quem tiver pequenas lanternas ou LED’s pode trazer. Como o percurso é por um troço asfaltado, será uma ajuda para sinalizar o grupo.

Contactos e inscrições:

Para fazer a inscrição na atividade ou pedir informações, pode contactar a Montis através do e-mail: montisacn@gmail.com ou do 926 277 545

Caminhar sob o luar.

No dia 02 de Setembro o passeio mensal da Montis será sob o luar, através de uma caminhada norturna de 3 km na serra da Arada.

Com a lua cheia a atingir o seu pico no dia 6 de Setembro, e com a caminhada a começar pelas 20h00 (ainda com alguma luz do dia), vamos trocando a luz do sol por um luar fantástico. Termina no Portal do Inferno com uma merenda oferecida pela Montis e com tempo para conversar, inevitavelmente falar sobre lobos (estarão por ali certamente), sobre o plano de ações do Lobo Ibérico em que a Montis está envolvida e outros assuntos.

O programa:

20h – Encontro no cruzamento de Covas do Monte (40º52’24.0”N, 8º05’12.5”W ou O)
21h15 – Fim da caminhada no Portal do Inferno e merenda

Como chegar:

Vindo de S. Pedro do Sul – Seguir as indicações para a Serra da Arada e S. Macário (igreja e miradouro do topo da Serra da Arada), atravessando as aldeias de Ponte (Junto a S. Pedro do Sul), Alvarinho, Oliveira, Sul e Aldeia. Uma vez no cruzamento para o S. Macário, seguir à esquerda para Covas do Monte/Portal do Inferno.Seguir sempre essa estrada até ao cruzamento de Covas do Monte, aí é o ponto de encontro (Nesse cruzamento à direita é Covas do Monte à esquerda é Arouca).

Vindo de Arouca – Seguir a estrada M510 em direção a Janarde e Regoufe. Depois da aldeia de Ponte de Telhe, seguir à direita para a estrada M567 em direção ao Geopark de Arouca e aldeia de Drave. Uma vez no topo da serra, seguir a mesma estrada até ao cruzamento de Covas do Monte.

Coordenadas GPS do ponto de encontro: 40º52’24.0”N, 8º05’12.5”W ou O

O que trazer:

O Portal do Inferno, como o próprio nome indica, costuma ser muito ventoso. Mesmo numa noite de verão convém trazer um corta-vento para o caso de ficar frio.

Quem tiver pequenas lanternas ou LED’s pode trazer. Como o percurso é por um troço asfaltado, será uma ajuda para sinalizar o grupo.

Contactos e inscrições:

Para fazer a inscrição na atividade ou pedir informações, pode contactar a Montis através do e-mail: montisacn@gmail.com ou do 926 277 545

Passeio pelas poldras, carvalhais e muito mais.

O passeio da biodiversidade de Agosto será em Fataunços, Vouzela, próximo sábado, dia 19.

O início está marcado para as 10h no Jardim de Fataunços, junto à junta de freguesia (Google maps: https://goo.gl/h3EriF ; GPS: 40 º 43 ‘ 31.85 ” N; 8 º 4 ‘ 45.68 ” O).

Ao longo do passeio teremos oportunidade de ver várias formas de ocupação de solo e entender as suas transformações.

Iremos atravessar povoações, os seus campos agrícolas, a ribeira de Ribamá (onde nos poderemos refrescar) e áreas de bosques e florestas.

O percurso terá um total de 5 Km de dificuldade média (o percurso é maioritariamente em caminhos com boas condições, geralmente plano, possuindo algumas subidas que apesar de não muito extensas possuem uma inclinação considerável).

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através de montisacn@gmail.com ou 926277545 (Luís).

Apesar de grande parte do percurso ser efetuado à sombra, é aconselhado aos participantes se fazerem acompanhar com água e chapéu.

Percurso das Poldras

O próximo passeio mensal da Montis será em Fataunços, Vouzela.

Faremos parte do PR7 – Percurso das Poldras, com cerca de 5 km. Este é um percurso de dificuldade média/baixa, apto a pessoas de todas as idades, com uma duração de cerca de 2 horas e 30 minutos.

É uma boa opção para uma manhã de Verão diferente, já que a maior parte do percurso tem sombra, e há ainda a possibilidade de nos refrescarmos na Ribeira de Ribamá.

Neste percurso, poderemos encontrar campos agrícolas, carvalhais, pinhais e outras espécies, dando-nos a oportunidade de comparar de que forma se comportam cada um destes núcleos. Podemos ainda ver carvalhais maduros, que se aproximam muito do que queremos para o carvalhal da Montis, em Vermilhas.

O percurso é pautado por toda esta biodiversidade, mas também por diverso património cultural, que podem descobrir no Sábado, 19 de Agosto pelas 10:00.

Se quiserem trazer um cesto, haverá muitas amoras pelo caminho.

Inscrições ou mais informações através do 926 277 545 ou montisacn@gmail.com

Manhã de banhos no Rio Teixeira

Sábado, dia 29, realizou-se o Passeio da Água da Montis, no Rio Teixeira.

Com 23 participantes, o passeio iniciou-se com a descida até ao leito do rio, onde começámos o percurso, em sentido contrário à direcção da água. 
Primeiro contacto dos participantes com o rio.

O passeio fez-se a um ritmo lento, quer pelo interior do leito, quer pelas suas margens.
A importância das galerias ripícolas foi igualmente abordada ao longo do percurso, possibilitando a comparação entre a vegetação presente nas margens do rio com a observável nas encostas circundantes.

Ao longo do percurso, foram feitas várias paragens sobre fauna e flora. O Adernal (que constitui aqui um refúgio), várias espécies florísticas, rãs, libelinhas, entre outros tiveram a atenção do nosso grupo.

Aderno
Uma das Rãs capturadas (e soltas de seguida). 


E ainda fizemos a prova de amoras.

Como não poderia deixar de ser, ao longo de todo o percurso, aproveitámos para uns tempos refrescantes dentro de água e para desfrutar dos poços que o Rio Teixeira nos oferece.

 

 

Passeio ao Rio Teixeira

Em Julho, a Montis terá o seu Passeio da Água e é no Rio Teixeira, já este Sábado, dia 29.

O ponto de encontro é às 10h00 na aldeia de S. João da Serra (Largo Carvalhinhas – 40º 46′ 54.7″ N; 8º 14′ 35″ W), ou 9h30 em Oliveira de Frades (em frente à pastelaria Amazónia).

Em S. João da Serra, face ao reduzido espaço perto do ponto de partida do passeio, dentro do possível, deixaremos alguns carros e organizaremos uma bolsa de boleias até ao local. Até ao local haverá cerca de 2 Km em terra batida.

Cascata dos dois rios.

 Todo o percurso será feito a um ritmo muito lento e com tempo para tomar banho nos poços do rio.

O passeio é circular, tem cerca de 1,5 km e a duração aproximada de 2h30. Não é por um trilho marcado mas sim pelo leito do rio. Certas zonas são mais exigentes.

No fim do percurso, haverá a habitual merenda da Montis e tempo para conviver.

1ª nota importante: Os participantes devem trazer sapatos de rio ou sapatilhas que se possam molhar para caminharem com mais facilidade pelo leito do rio e pelas pedras.

2ª nota importante: Todo o material fotográfico, telemóveis e carteiras deve ser transportado em bolsas estanques à prova de água, ou ficar nos carros, que estarão estacionados nas proximidades.

3ª nota importante: Ao longo do curso do rio, a rede móvel é limitada. Desse modo, aconselha-se os participantes a chegar à hora de partida ou avisar antecipadamente.

Inscrições ou mais informações através do 926 277 545 ou montisacn@gmail.com

Até sábado.

Actividades de Verão

Com o primeiro Campo de Trabalho da Montis a decorrer, temos ainda mais actividades programadas para as semanas de Verão que se avizinham.

O passeio mensal de Julho vai ser no Rio Teixeira, no Sábado, dia 29. Este percurso será semelhante ao realizado no ano passado, e teremos várias oportunidades para nos refrescarmos nos vários poços do rio.

Duas semanas depois, a 12 de Agosto, teremos um dia preenchido com mais um dia de Voluntariado e a Noite no Carvalhal. Neste Sábado teremos oportunidade de aproveitar a jornada de voluntariado para preparar a Noite no Carvalhal. Garantiremos que os caminhos estão acessíveis e montaremos o acampamento para uma noite memorável. 

Estejam atentos ao nosso blog e página de Facebook, pois teremos mais detalhes em breve.

De Cambra ao Público

No passado Sábado, dia 24, a Montis realizou mais um passeio da Biodiversidade.

Partimos da Torre Medieval de Cambra com o objectivo de chegar à Cova do Lobisomem. Foi um percurso de baixa dificuldade, possível de ser desfrutado por todos, dos 8 aos 80, humanos e canídeos.

Ao longo do percurso, houve oportunidade de se apreciar a paisagem e aprender acerca do que nos rodeava. O Paulo Pereira foi transmitindo muito deste conhecimento, e realçou as diferenças observáveis entre as várias formas de ocupação do solo.

Os mais destemidos, entraram na Cova do Lobisomem, enquanto os restantes apreciaram a zona circundante. Neste espaço, e durante um agradável convívio, o Paulo Pereira presenteou-nos com um momento musical.

De regresso à Torre Medieval, foi tempo da habitual merenda.

No Domingo, a Montis esteve em destaque no jornal Público, numa reportagem que aborda a temática dos incêndios e gestão florestal. A reportagem pode ser consultada aqui.

Amanhã há passeio em Cambra

Amanhã, dia 24, pelas 10h00, será o passeio da Biodiversidade em Cambra, na encosta noroeste da Serra do Caramulo, e iremos visitar diversas formas de ocupação do solo, sob gestão ou não.

Galeria ripícola do Rio Alfusqueiro, nas imediações da Cova do Lobisomem.

O passeio percorrerá a área envolvente de Cambra, num percurso fácil, com cerca de 2,5 quilómetros e será feito a um ritmo descontraído.

O ponto de partida é a Torre Medieval de Cambra [GPS: 40º 41′ 00″ N; 8º 9′ 52″ W; Mapa: Link].

As inscrições para o passeio podem ser feitas através de montisacn@gmail.com ou do telefone 926277545 (Luís Lopes).

Até amanhã.

Vamos passear?

Este Sábado, dia 24, pelas 10h00, teremos o passeio da Biodiversidade em Cambra, na encosta noroeste da Serra do Caramulo.

O passeio percorrerá a área envolvente de Cambra, num percurso fácil, com cerca de 2,5 quilómetros e será feito a um ritmo descontraído. 
O ponto de partida na Torre Medieval de Cambra [GPS: 40º 41′ 00″ N; 8º 9′ 52″ W; Mapa: Link]. 

Na área envolvente de Cambra, entre o Rio Alfusqueiro e o Rio Couto, poderemos observar várias formas de ocupação do solo, desde campos agrícolas de hortícolas, de cereais, povoamentos florestais mistos com espécies diversas como Carvalhos, Cerejeiras-bravas, Cedros e muito mais.

Campo de milho.

 Pelo percurso, visitaremos a Cova do Lobisomem, inserida numa área de galeria ripícola da margem direita do Rio Alfusqueiro.

Galeria ripícola do Rio Alfusqueiro
No fim, haverá tempo para merendar e apreciar a zona de confluência dos dois rios.
As inscrições para o passeio podem ser feitas através de montisacn@gmail.com ou do telefone 926277545 (Luís Lopes).
Até sábado.